Home   Como Ajudar   Padrinhos Esperança

Padrinhos Esperança

img1

Nós, da Casa da Esperança, acreditamos que o amor tem o poder de transformar. Por isso contamos como pessoas como você. Sendo um Padrinho Esperança você traz benefícios para a criança apadrinhada, para sua família e para a comunidade das Carolinas. Sua participação é totalmente voluntária e filantrópica.

Você pode se comunicar com seu afilhado(a) sempre que desejar, através de cartas ou mensagens eletrônicas (padrinhoesperanca@gmail.com) ou mesmo indo visitá-la na creche. Nesse último caso, você deverá ligar para a Casa da Esperança no telefone (81) 3473-2616 ou (81) 3094-3370 e agendar sua visita. Todo contato seja via carta, e-mail ou pessoalmente, será sempre intermediado pela Casa da Esperança, para resguardar a privacidade no sistema de apadrinhamento e garantir a proteção das crianças e adolescentes apadrinhados, e para protegermos também os padrinhos. Isso evita também que a família tenha contato direto com o padrinho, o que poderia tornar-se um incômodo, inclusive para a organização, além de interferir no trabalho pedagógico e promocional realizado com as pessoas beneficiadas.

Durante as visitas, de acordo com as normas da Política de Proteção à Criança e ao Adolescente, um funcionário da Casa deverá acompanhar você.

Poderá acontecer da criança deixar o nosso convívio, isso acontece por vários motivos, entre eles, podemos citar: Mudança de endereço da família, Família perseguida ou com ameaça de morte, criança alcança a idade de 14 anos…nesses casos, se o padrinho tiver o desejo de permanecer na Campanha, indicaremos outra criança para ser seu novo afilhado(a).

Sua contribuição mensal poderá ser feita de duas maneiras:

  • Depósito bancário em nossa conta corrente:
    Caixa Econômica Federal. Agência 1580; Conta Corrente 614-0; Op. 003;  ou Banco do Brasil. Agência 3699-4; Conta Corrente 23.362-5
  • Ou por boleto bancário.

A contribuição é mensal e por tempo indeterminado, enquanto o padrinho quiser.

Ora, aquele que possuir recursos deste mundo e vir a seu irmão padecer de necessidade e fechar-lhe o seu coração,como pode permanecer nele o amor de Deus?” (1 João 3:17)