Home   Sobre nós

Sobre nós

 

A Casa da Esperança é uma ONG sem fins lucrativos que atua como creche, situada na comunidade das Carolinas, Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco. Hoje, a instituição atende gratuitamente 57 crianças de 1 a 3 anos e 11 meses que permanecem sob os cuidados da organização em horário integral, das 07h às 17h, e 24 crianças dos 4 aos 11 anos, que fazem reforço no contraturno escolar.

Criada em 1998, a instituição visa dar apoio, cuidados e educação as crianças da região, através de monitoras, momentos de lazer e estímulos às capacidades motoras, atividades lúdicas e culturais, aulas esportivas e cinco refeições diárias.

Visão

Que a sociedade seja transformada pela ação fundamentada nos princípios cristãos, onde haja o resgate da cidadania, qualidade de vida e justiça social.

Missão

Promover a transformação social nas comunidades em que atua, por meio de ações que viabilizem a auto-sustentabilidade e a melhoria da qualidade de vida das famílias, disseminando e sedimentando os valores cristãos como fundamento desta transformação.

Valores

  • Fé Cristã
  • Embasamento de suas ações na Declaração Universal dos Direitos Humanos e no Estatuto da Criança e do Adolescente
  • Ética
  • Qualidade e Excelência (avaliação e melhoria contínua)
  • Parcerias e Voluntariado
  • Planejamento e Foco em Resultados

A creche está situada no bairro de Candeias, em Jaboatão dos Guararapes, nas comunidades Carolinas, atendendo outras comunidades também, como Briga de Galo, Sovaco da Cobra, Espinhaço da Gata, Catamarã, Dom Helder e Loreto, circunscrevem a área de atuação da Casa da Esperança.

A carência destas comunidades é muito grande em diversos aspectos, dentre os quais destacamos: saúde e higiene, educação, emprego, moradia, segurança e saneamento básico.

São aproximadamente 1700 (mil e setecentas) famílias que vivem na região. A atividade econômica é caracterizada por serviços prestados. Há pedreiros, eletricistas, encanadores, serventes, babás, empregadas domésticas, diaristas, carroceiros. Entretanto, boa parte está desempregada e vive de biscates ou envolvidos com drogas, desencadeando uma violência inconcebível, que se reflete nas péssimas condições de vida dos que ali precisam morar.

Saneamento básico inexiste. As águas das chuvas se misturam com o esgoto, resultando num ambiente sem as mínimas condições de moradia, propício para o avanço de todo tipo de doença, como de fato podemos constatar.

Apesar dos esforços valorosos dos agentes de saúde, essas comunidades ainda carecem de um atendimento médico e dentário de qualidade e suficiente para a demanda existente. Muitas crianças e mulheres gestantes deixam de ser atendidas e acompanhadas na periodicidade necessária.

O alto índice de desemprego, causado em parte pela falta de oportunidades, mas também pela falta de instrução, inviabiliza a manutenção de condições de vida básicas de alimentação e moradia, revelando um dos principais problemas a serem resolvidos.

A violência se dá em níveis inconcebíveis: desde assassinatos de pais de família até abuso sexual de menores. Pessoas de bem são ameaçadas constantemente pelos tiroteios promovidos pelo envolvimento com drogas. Casos como o de uma criança de 5 anos que juntamente com seus irmãos, tiveram seus pais assassinados a sangue frio, no espaço de um ano, exatamente pelo envolvimento com as drogas.

Por outro lado, existem pessoas que lutam pela melhoria de condições de vida, optando pela defesa de valores cristãos e da família. Estas pessoas certamente representam o início da transformação desta comunidade, e é com elas que devemos montar esta força tarefa para o resgate da Esperança e a promoção de uma melhoria na qualidade de vida.


Baseado na média das principais despesas da instituição no ano de 2017.

*O valor mensal de alimentação e material escolar é consideravelmente baixo devido às doações que recebemos. Obrigada!

 

Diretoria:


Nossos números:

Crianças atendidas: 82 crianças